carregador

Problemas Freqüentes em Poços

  1. Home
  2. Blog
  3. Informações Técnicas
  4. Manutenção de Poços Artesianos
  5. Problemas Freqüentes em Poços

Para facilidade de abordagem da questão convém discriminar os poços tubulares em duas categorias:
a) Poços Perfurados em Formações Sedimentares;
b) Poços Perfurados em Rochas Duras e Compactas
Esta distinção é útil visto que os primeiros são em geral construídos segundos métodos e técnicas diferentes que os segundos e, em decorrência, podem apresentar problemas peculiares durante a exploração.
Na perfuração em formações sedimentares, o poço é totalmente revestido e constituído de tubos cegos intercalados com ranhurados (filtros) por onde o fluxo de água penetra.
Nas formações duras e compactas, os poços não são revestidos completamente e a água flui através de fendas, fraturas e canais que a perfuração secionou.
Convém salientar que existem poços mistos, que obtém água do aqüífero sedimentar superior, onde é revestido intercalado com filtros, e do aqüífero fraturado do embasamento cristalino que não é necessário revestir. No caso dos poços de rebaixamento do minério de ferro, a situação é ainda mais peculiar já que são totalmente revestidos drenando-se com filtros as seções permeáveis, mas, em contrapartida, encontram-se presentes tanto o aqüífero fraturado, de porosidade secundária, quanto o de característica sedimentar, de porosidade primária, representados por itabiritos friáveis alternados com hematitas compactas.
Cientes desta distinção, os problemas mais comuns são analisados.
Autor: Geólogo Eugênio Pereira – System Mud Indústria e Comércio Ltda.
Referência Bibliográfica: Água Subterrânea e Poços Tubulares – CETESB 1974, Manual de Operação e Manutenção de Poços- DAEE – 1982.